Home Carnaval 2017 Blocos tradicionais alegam crise e ficam fora do carnaval 2017 na BA

Blocos tradicionais alegam crise e ficam fora do carnaval 2017 na BA

6 min read
Comentários desativados em Blocos tradicionais alegam crise e ficam fora do carnaval 2017 na BA
0
122

Blocos tradicionais no carnaval da Bahia anunciaram que não vão participar da festa em 2017 em Salvador e justificaram a ausência pela crise financeira. Entre eles, estão os blocos Cheiro, Yes, Nana Banana e Araketu. A recessão econômica que afetou a economia brasileira fez diminuir o investimento de patrocinadores e, com isso, os blocos afirmaram que não têm como bancar o desfile. Os blocos Largadinho e Coruja, que desfilavam em três dias do carnaval, reduziram a participação na folia e, nesse ano, só saem dois dias na avenida.

O Cheiro de Amor anunciou para os fãs que não haverá os blocos Cheiro e Yes no carnaval desse ano em comunicado publicado no site oficial na quarta-feira (25). Segundo o grupo, os blocos “se reservarão a um ano de descanso, motivado pela grave crise financeira que vivemos e as consequências dela”.

A banda Cheiro de Amor, no entanto, não vai ficar fora da festa: se apresenta em um trio sem cordas no Circuito Osmar (Campo Grande), no dia 26 de fevereiro.

“Diante do cenário existente de crises e dos novos caminhos que o Carnaval tomou, colocar um bloco na rua se tornou um grande desafio, que a nossa estrutura não está confortável em encarar este ano”, disse o Cheiro de Amor sobre a decisão de não colcar os dois blocos na avenida. O grupo informou no comunicado, ainda, que confia na melhoria do cenário e espera que os dois blocos estejam de volta em 2018

Chiclete com Banana
A banda Chiclete com Banana também alegou crise e não participa de nenhum trio neste ano – nem mesmo com o Bloco Nana Banana, que costumava arrastar uma legião de “chicleteiros” nas quintas, sextas e sábados. O Bloco Nana Banana é um dos mais tradicionais do carnaval de Salvador e, até 2014, foi comandado pelo cantor Bell Marques, que decidiu depois se desvincular da banda Chiclete com Banana, que puxa o bloco, e seguir carreira solo.

O Nana Banana consta na ordem de apresentação dos blocos no carnaval divulgada na quinta-feira (26) pelo Conselho Municipal do Carnaval (Comcar), mas o empresário do grupo, Diney Azevedo, informou que a decisão de o bloco ficar fora do carnaval foi tomada depois da definição da ordem das atrações.

Segundo Azevedo, a crise e a falta de patrocínio atrapalharam os planos do grupo neste ano. “A gente fez uma pesquisa financeira e, diante da crise que assombra o país, preferimos segurar esse ano. Os patrocinadores foram os primeiros a recuar por conta da crise, e a gente sabe o quanto eles são importantes para a festa”, disse.

A Banda Chiclete com Banana, no entanto, se apresenta na sexta-feira de carnaval em dois camarotes: o Salvador e o Nana, ambos no circuito Barra-Ondina.

Araketu
O bloco Araketu, que saía sempre no sábado, domingo e terça-feira, também não vai desfilar este ano. “Isso por causa da conjuntura de crise atual do mercado. Os fornecedores estão com preços muito altos, há baixa demanda de patrocínio e pouco apoio público. Em 2018, esperamos que o cenário mude e, aí sim, estaremos de volta”, disse Cristiano Lacerda, empresário do grupo.

A banda Araketu vai sair em um trio sem cordas no dia 23 de fevereiro (quinta-feira), no circuito Circuito Dodô (Barra-Ondina).

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Redação
Carregar mais em Carnaval 2017
Comentários fechado.

Vejam também

Clubes de remo de Salvador recebem barcos da Sudesb

Clubes de remo de Salvador receberam, neste domingo, 25, quatro barcos lambaris, nome atri…