Home Bairros Homem diz que fazia ato obsceno para ‘ativar testosterona’ durante musculação

Homem diz que fazia ato obsceno para ‘ativar testosterona’ durante musculação

5 min read
Comentários desativados em Homem diz que fazia ato obsceno para ‘ativar testosterona’ durante musculação
0
15

“Ele disse que estava fazendo musculação e, entre uma série e outra, se masturbava para ativar a testosterona”, disse o delegado Victor Spínila Bastos sobre Bruno da Silva Santos, 33 anos, preso nesta quarta-feira, 8, ao ser flagrado fazendo um ato obsceno para sete adolescentes, na Cidade Baixa.

O crime aconteceu quando o homem estava no terraço de uma casa no bairro de Roma, observando as meninas, que têm entre 11 e 15 anos, durante ensaio de uma coreografia que elas faziam na área aberta de uma casa próxima.

“Elas estavam dançando quando perceberam o homem no terraço. Ele estava sem rouba fazendo o ato explicitamente para que elas o percebessem. Uma das meninas chamou a mãe e contou sobre o homem”, informou o titular da 3º Delegacia Territorial do Bonfim, que investiga o caso.

Quando a mulher, que não teve o nome revelado, foi ao local para falar, Bruno ainda a ameaçou de morte, caso fosse registrado uma queixa. “Ele (Bruno) ficou dizendo que era aquilo mesmo, que não iria parar. A mãe e as adolescentes vieram para delegacia e registraram o boletim. Imediatamente, nós chamamos os pais das outras seis meninas. Depois que esclarecemos o caso, os policiais foram ao imóvel e o prenderam”, falou Spínola.

O delegado ainda contou que Bruno apresentou muita agressividade durante a prisão em flagrante: “Ele se mostrou bastante agressivo, não só na casa, mas também aqui na delegacia. O homem estava muito agressivo com a mãe e a irmã dele”.

Perturbação psicológica

Spínola suspeita que o suspeito tenha algum tipo de distúrbio mental: “Visivelmente, ele tinha alguma perturbação psicológica. Muito perturbado, mas a mãe dele afirmou o tempo todo que o filho não tinha nada. Contudo, mesmo que ele tenha algum distúrbio, isso não impede que responda pelo crime que cometeu”.

No terraço onde o assediador estava foram encontrados traços de sêmen. “Os investigadores recolheram também um material genético de Bruno, que serão comparados no Departamento de Polícia Técnica”, explicou.

Após a prisão em flagrante, o homem ficou custodiado na 1ª Delegacia dos Barris. Ele foi encaminhado na manhã desta quinta, 9, para a audiência de Custódia, nas dependências da Central de Flagrantes, na avenida ACM.

“Nós fizemos uma solicitação para que a justiça converta o pedido de prisão em flagrante para a preventiva e espero que saia ainda hoje, mas ele agora está à disposição do magistrado”, informou o delegado.

Familiares de Bruno não foram localizados para falar sobre o caso.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Redação
Carregar mais em Bairros
Comentários fechado.

Vejam também

Milhares de pessoas acompanham o Círio de Nazaré no Pará

Milhares de fiéis de diversas partes do país participaram nesse sábado (13) do segundo dia…