Home Fama Mineiros dominam quarto dia de audições às cegas no “The Voice Kids”

Mineiros dominam quarto dia de audições às cegas no “The Voice Kids”

4 min read
Comentários desativados em Mineiros dominam quarto dia de audições às cegas no “The Voice Kids”
0
7

Quinze crianças –entre 8 e 15 anos– participaram do quarto dia de competição no “The Voice Kids”, da Globo, neste domingo (29). Treze passaram para a nova fase, seis deles vindos de Minas.

Lawany Ferreira, de São Sebastião do Paraíso (MG), foi a primeira candidata a entrar no palco do programa. Ela cantou a música “Something Got a Hold on Me” e fez todos os técnicos virarem. “Uma mistura de Aretha Franklin com Amy Winehouse”, elogiou Victor, da dupla Victor e Léo.

Outro que surpreendeu os jurados foi o pequeno Marco Souzza, também de Minas, que se apresentou ao som de “Porque Homem não Chora”. Mais uma vez, Victor e Léo viraram a cadeira para o participante, foram até o palco e lembraram da mãe.

“Nossa mãe ama essa música. Ela ouvia o dia inteiro e a vizinhança chorava junto”, afirmou o técnico.

Durante o programa, uma cena curiosa também foi protagonizada por uma das crianças, Emyllin Siang, de Estância (SE), que cantou a música “Coleção” e foi aprovada por dois dos três jurados do programa.

A menina foi questionada para qual time iria entrar. Ela fez uma espécie de brincadeira com Ivete Sangalo, olhou fixamente nos olhos da cantora, e disse. “[Eu escolho] Carlinhos Brown.”

A cantora baiana entrou no clima e reagiu dizendo que “volta a fita, alguma coisa está errada”, simulando estar nervosa.

Além dos mineiros Lawany Ferreira, Mayra Rodrigues, Yasmin Duarte, Marcos Souza, Tayná Delfino e Marcela Morais, participaram ainda Lara Valente (RJ) Kailane Muniz (RJ), Laura Bechler (RS), Larissa Molinari (GO), Letícia Santos (PE), Emellyn Siang (SE), Melissa Noemy (SP), Maria Rita Cerqueira (MA) e Bella Alencar (GO).

As regras de “The Voice Kids” são claras: as crianças escolhem a música que vão cantar no palco. Se o técnico gostar, vira a cadeira. Mas é a criança quem escolhe com qual técnico quer ficar (caso mais de um a escolha).

Cada técnico tem que montar o seu time com 24 vozes.

Nesta primeira etapa, também conhecida como às cegas, os jurados não veem os participantes, apenas escutam as vozes.

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Redação
Carregar mais em Fama
Comentários fechado.

Vejam também

Clubes de remo de Salvador recebem barcos da Sudesb

Clubes de remo de Salvador receberam, neste domingo, 25, quatro barcos lambaris, nome atri…