Home Notícias Obrigatoriedade de roupas típicas preocupa baianas evangélicas em Salvador

Obrigatoriedade de roupas típicas preocupa baianas evangélicas em Salvador

2 min read
Comentários desativados em Obrigatoriedade de roupas típicas preocupa baianas evangélicas em Salvador
0
130

A Prefeitura de Salvador regulamentou a profissão de baiana de acarajé e determinou que todas elas deverão usar roupas típicas. O problema é que algumas baianas são evangélicas e são contra o uso da indumentária tradicional, porque identificam nas roupas elementos do candomblé.

“Sou uma serva de Jesus e é a Ele que peço um bom dia de trabalho”, disse dona Raimunda Borges, que monta seu tabuleiro diariamente na Pituba. Vale citar que as novas regras tiveram o aval da Associação Nacional de Baianas de Acarajé e de Mingau, mas não escaparam da polêmica. Desde quarta-feira (02), dona Raimunda está preocupada com o futuro.

Para a Prefeitura, o uso de roupas tradicionais não tem relação com religiosidade. “A fé é questão de foro íntimo, não é uma roupa que vai mudar a religião de ninguém”, disse Rosemma Maluf, secretária municipal de Ordem Pública, ao jornal Folha de São Paulo.

Júlia Rodrigues dos Santos, de 59 anos, também é baiana e opinou a favor da prefeitura de Salvador. “Não dá para ser baiana e trabalhar usando short, avental ou guarda-pó”, brincou.

Fonte: Varela Notícias

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Redação
Carregar mais em Notícias
Comentários fechado.

Vejam também

Clubes de remo de Salvador recebem barcos da Sudesb

Clubes de remo de Salvador receberam, neste domingo, 25, quatro barcos lambaris, nome atri…