Home Entretenimento Eventos Timbalada deve sofrer protesto e criminalista faz alertas sobre manifestação

Timbalada deve sofrer protesto e criminalista faz alertas sobre manifestação

7 min read
Comentários desativados em Timbalada deve sofrer protesto e criminalista faz alertas sobre manifestação
0
6

Não é novidade que a chegada da cantora Millane Hora na Timbalada causou bastante polêmica. A ex-The Voice não foi recebida da forma que a banda esperava. Apesar de o estranhamento e as críticas serem naturais, não se imaginou que ela seria vítima de agressões verbais e injúria racial. No primeiro ensaio desta temporada, a artista alagoana foi vítima de injúria racial, conforme depoimento de pessoas que assistiam ao show e que não faziam parte do movimento. Diante dessa insatisfação, alguns fãs e admiradores do grupo criado por Carlinhos Brown reuniram outros argumentos para justificar a revolta.

Eles criaram a hashtag #DevolvamnossaTimbalada, que já circula nas redes sociais e pretendem reivindicar na frente do Museu du Ritmo neste domingo (18), quando acontece o segundo ensaio da banda.
O pleito dos chamados timbaleiros inclui espaço justo para os ensaios e público presente; cobrança justa por ensaio; seguranças dignos e respeitosos e em número suficiente pra quantidade de gente; volta dos instrumentos que fizeram ser o que é (o novo não pode desmerecer o passado da mesma); retorno do Timbal de Denny; respeito a carga horária de trabalho dos músicos; respeito aos fãs clube da banda e abertura de um canal de diálogo com a diretoria; audições para escolha dos vocalista com o voto da plateia tendo o maior peso ( pode ser cobrado esse evento até 40 reais).

As músicas cantadas pelos candidatos só podem ser da Timbalada; evitar a predominância do estilo pop que descaracteriza nossa banda; resgate das músicas antigas da Timbalada; construção de uma carteira de associado para a nação Timbaleira; retorno dos timbais como instrumento central; e trio de qualidade e espaço que não destrate os timbaleiros no bloco.

Os pontos criticados não estão em questão, até porque os fãs têm suas insatisfações e o direito de tecer suas críticas, mas o advogado criminalista Fabiano Pimentel chama atenção para que os protestos não extrapolem a legalidade: “o inciso XVI do artigo 5º da Constituição Federal diz o seguinte: ‘todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente’. Só que o especialista em direito penal alerta que o direito à manifestação não é absoluto, ou seja, não pode atingir outros direitos previstos na lei.

“Vou dar exemplo do que aconteceu recentemente em Brasília. Os manifestantes atingiram os direitos de outras pessoas quando agrediram pessoas, danificaram o patrimônio público, etc. Saiu na imprensa que no primeiro ensaio da banda a cantora foi chamada de “branquela” e “aguada”, o que configura injúria racial, um crime previsto no código penal. Outro problema é que circula nas redes a utilização indevida da marca, com o símbolo da banda modificado, e a comercialização de camisas com esse símbolo de protesto por R$ 20. Isso configura outro crime previsto na lei de propriedade industrial”, complementou Pimentel.

Diante da proporção que tomou a situação, o causídico explicou que medidas devem ser tomadas para que não haja problemas neste domingo: “a Timbalada, sem dúvidas, deve tomar as devidas providências judiciais para resguardar a marca da banda e a honra de seus funcionários, inclusive da cantora. E lá no dia da festa se houver problemas, em especial envolvendo crimes como injúria racial, é caso de polícia. Acho que eles devem se resguardar”.

Por enquanto a diretoria da banda ainda não se manifestou, mas nos bastidores a informação é de que a equipe do Cacique Brown e Gilson Freitas está empenhada em resolver o impasse sem entrar em atrito com os timbaleiros.

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Redação
Carregar mais em Eventos
Comentários fechado.

Vejam também

Festa de Santa Bárbara mantém tradição secular no Pelourinho

A Bahia celebra na próxima terça-feira, 04 de dezembro, a Padroeira dos Bombeiros e dos Me…