Home Itapagipe Cultura Itapagipe Cortejo do Bonfim contará com 42 entidades

Cortejo do Bonfim contará com 42 entidades

4 min read
Comentários desativados em Cortejo do Bonfim contará com 42 entidades
0
110

Ao completar 265 anos e com o tema “Jesus, o amado Senhor do Bonfim, é a nossa paz”, a tradicional Lavagem do Bonfim, realizada nesta quinta-feira (11), contará com 42 entidades cadastradas junto à Empresa Salvador Turismo (Saltur) que vão integrar o desfile entre a Igreja da Conceição da Praia, no Comércio, até a Colina Sagrada, no Bonfim. Entre as entidades estão bloquinhos carnavalescos, fanfarras, DJ’s, microtrios e representantes de associações.

O desfile será realizado após a cerimônia inter-religiosa, que será iniciada às 8h, na Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia. A celebração será conduzida pelo padre José Ribamar e representantes de diversos segmentos religiosos vão se unir em oração pela paz. Prevista para as 9h30, a saída das entidades acontecerá por ordem de chegada. O ponto de concentração e partida será na Avenida Contorno.

Diversão – Dentre as entidades tradicionais como o Ilê Aiyê e Filhos de Gandhy, desfilam também na Lavagem do Bonfim bloquinhos formados por grupos de pessoas que queriam acompanhar o cortejo de uma forma mais animada. É o caso de 50 amigos que, por muitos anos, se encontravam no bairro do Comércio para acompanhar a lavagem. Decidiram então formar o “Bloquinho da Fé” que, pelo primeiro ano, participará do desfile para celebrar a alegria e a amizade durante o circuito.

Um dos responsáveis pela criação, o despachante aduaneiro Denilson Pereira, 38 anos, conta que todos estão ansiosos e estão trabalhando para ser um dia bem divertido. “Contratamos uma fanfarra e fizemos até uma camisa com o nome do bloco para ficar bem organizado. É uma experiência nova para todos nós. Estamos muito animados!”, declara.

Pelo terceiro ano consecutivo o DJ Márcio Barboza, 37 anos, levará para a lavagem o “Andarilho da Folia”, um veículo modelo Toller que foi transformado em um nanotrio. Durante o percurso, o DJ vai tocar músicas dos anos 1980 e 1990 para exaltar a ancestralidade do povo baiano. “Sentia falta de um DJ em uma festa de largo e tive a ideia de participar da Lavagem do Bonfim. É uma energia inexplicável estar nesta festa. Ver pessoas de todas as idades dançando e sendo feliz, não tem preço”, afirma.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Pedro Silveira Leite
Carregar mais em Cultura Itapagipe
Comentários fechado.

Vejam também

Obras da nova sede da Prefeitura-bairro Cajazeiras foram vistoriadas nesta terça

Detalhes das obras da nova sede da Prefeitura-bairro Cajazeiras foram vistoriados pelo sec…