Home Entretenimento Eventos Diversão e lazer neste fim de semana; confira a lista

Diversão e lazer neste fim de semana; confira a lista

31 min read
Comentários desativados em Diversão e lazer neste fim de semana; confira a lista
0
81
Jammil e Uma Noites
A banda Jammil e Uma Noites, comandada pelo cantor Levi Lima, leva o seu tradicional lual para a Praia do Forte. A festa acontece no dia 6 de janeiro (sexta), na sede do Projeto Tamar, no município de Mata de São João, região metropolitana de Salvador. A apresentação está marcada para começar às 20h. Os ingressos custam R$ 35 (meia) e R$ 70 (inteira) no 1º lote. A abertura da festa fica por conta da DJ Miss Cady.

Carla Cristina
A cantora Carla Cristina se apresenta na boate San Sebastian, nesta sexta (6), a partir das 23h59. Com um repertório de hits da música baiana e da carreira solo, ela pretende agitar o público homenageando o axé music e agitar o público. DJs também agitam a festa com as batidas da música eletrônica. Os ingressos custam R$ 30 e são vendidos no local.

Afrodisíaco
A banda Afrodisíaco realiza nesta sexta (6) mais uma edição de seus Ensaios de Verão. A festa será realizada às 20h, na Praça Tereza Batista, Pelourinho. No repertório, tem músicas como “Rosa”, “Café com Pão”, “Vixe Mainha”, “Apaixonite” e “Barco a Vela”, além de músicas de diversos artistas.Os ingressos custam R$ 30 (meia) e R$ 60 (inteira).

Luiz Carlini
O guitarrista paulistano Luiz Carlini, uma das principais referências do instrumento no país, se apresenta no sábado (7), no Dubliners Irish Pub, localizado no bairro do Rio Vermelho, em Salvador. O músico será acompanhado pela banda soteropolitana de blues Água Suja. No repertório, sucessos da banda Tutti Frutti, da qual Carlini fez parte nos anos 70, além de hits do rock e do blues. O show está marcado para começar às 23h. Os ingressos custam R$ 15 (com reserva antecipada através do telefone 9 9957-4653) e R$ 20 (na porta do local do evento).

Moraes Moreira
O cantor Moraes Moreira apresenta em 6 e 7 de janeiro o show “Moraes Violão Moreira”, no Café-Teatro Rubi, em Salvador. no repertório estarão presentes os grandes sucessos do artista, como “Pombo Correio”, “Preta Pretinha”, “Chame Gente”, “Cidadão”, “Bloco do Prazer”, “Chão da Praça”, e outros mais, além de músicas inéditas, interpretações muito pessoais de clássicos da MPB, e canções do seu mais novo CD, “A Revolta dos Ritmos”. O couvert artístico custa R$ 100.00

Baile da Santinha
O primeiro Ensaio de Verão do cantor Léo Santana acontece nesta sexta (6), no Wet’n Wild, a partir das 21h. O repertório está repleto de grandes sucessos ao longo de sua carreira, com releituras, hits do verão, além de canções do seu novo CD/DVD “Baile da Santinha” que intitula o ensaio. Para completar a noite, Léo convidou para o baile, o carioca Sapão, que apresentará um show completo, além de outros convidados.

Mercado IAÔ
A banda Baiana System é a convidada de Margareth Menezes, que volta a comandar o “Mercado IAÔ”, no domingo (8), com o projeto “Noites Tropicais”. No evento, a cantora homenageia a Tropicália e comemora seus 30 anos de carreira. Juntos, eles vão apresentar novidades musicais, novas sonoridades para clássicos da música baiana. Os portões serão abertos às 10h, com entrada franca até 13h. A partir deste horário, os ingressos estarão à venda por R$ 20 e R$ 10. Não haverá venda antecipada, apenas na bilheteria no dia do evento. A arrecadação será revertida para a manutenção do mercado, que tem como principal objetivo fomentar a cultura na Península de Itapagipe, através do incentivo ao empreendedorismo e do resgate da identidade cultural da Bahia.

Aláfia
A CAIXA Cultural Salvador apresenta, de 5 a 8 de janeiro, uma série de shows com a banda paulistana Aláfia. O grupo mistura rap, funk, MPB e músicas de terreiro, com um discurso sobre a sociedade contemporânea. Os espetáculos acontecem de quinta-feira a sábado, às 20h, e no domingo, às 19h. Nas apresentações, a banda executará canções do seu primeiro disco, Aláfia (2013), e também do trabalho mais recente, Corpura (2015), que tem a ancestralidade e as matrizes brasileiras. Os ingressos estão sendo vendidos a preços populares desde quinta-feira (5) no local do evento.

Projeto Brasil Guitarras
Será realizado em Salvador, no dia 7 de janeiro de 2017, o evento “Brasil Guitarras”, que levará ao palco montado no Farol da Barra dez dos melhores guitarristas brasileiros. A apresentação gratuita contará com Armandinho Macedo, Robertinho de Recife (Yahoo), Edgar Scandurra (Ira!), Frank Solari, Davi Moraes, Kiko Loureiro (Megadeth/Angra), Luiz Carlini (Tutti-Frutti), Marcelo Barbosa (Angra), Toninho Horta e Andreas Kisser (Sepultura). O evento começa às 18h.

Voltando às Origens
Na abertura da temporada 2017 do projeto Domingo no TCA, quem sobe ao palco é o cantor e compositor baiano Lazzo Matumbi, com o show “Voltando às Origens”, onde rememora o começo da sua carreira e seu envolvimento com o samba. A apresentação acontece no domingo (8), às 11h, na Sala Principal do Teatro Castro Alves. O show conta com as participações especiais de Roberto Mendes, Tote Gira e Aiace Félix. Os ingressos custam R$ 1 (inteira) e R$ 0,50 (meia), e serão vendidos no mesmo dia, a partir das 9h, com acesso imediato do público.

TEATRO

Ó Paí, Ó!
O espetáculo “Ó Paí, Ó!”, criado em 1992, retorna aos palcos do Teatro Vila Velha para apresentações especiais no “Amostrão Vila Verão 2017”. A peça fica em cartaz nos dias 7, 14, 21 e 28 de janeiro, às 20h. No palco, os personagens vivem um dia especial, a tradicional Terça da Benção, quando a movimentação na área é ampliada e também as alegrias e sofrimentos dos moradores de uma região estigmatizada e abandonada pelas autoridades. A realidade do Pelourinho Antigo é apresentada através desses moradores, que dividem o ambiente de um pequeno cortiço. Ingressos: 1º lote: R$ 30 e 15 (até dia 6/1) e 2º lote: R$ 40 e 20.

Avesso
Livremente inspirado em “Divertida Mente”, animação vencedora do Oscar em 2015, o espetáculo infantojuvenil narra a história de uma cidade que foi dominada pelo medo, e cujo os moradores estão paralisados devido à tamanha força desse sentimento. A peça está em cartaz nos dias 7,14 e 21 de janeiro, às 16h, no Teatro Vila Velha. Ingressos: 1º lote: R$ 30 e 15 (até dia 6/1) e 2º lote: R$ 40 e 20.

ES:CA:PE
O espetáculo está de volta em Temporada de Verão, no Teatro Eva Herz (Livraria Cultura, Salvador Shopping), nos domingos de 8 de janeiro a 12 de fevereiro. Ao invés de sentar e assistir às cenas no palco, a plateia de ES:CA:PE é uma equipe de jogadores que têm papel imprescindível no desenrolar do espetáculo. Na entrada, o espectador receberá uma pulseira identificando a cor da equipe e sua numeração. Como em todos os jogos, ES:CA:PE tem regras e instruções que são informadas logo no início. Em seguida é feito o sorteio para que seja conhecido o representante da plateia que ficará com o controle nas mãos na primeira fase. O objetivo do jogo é ajudar Alissa e Thomas a se libertarem ao longo das 3 etapas do espetáculo. Ingressos: R$40 (inteira) e R$20 (meia). Vendas: Ingresso Rápido ou na bilheteria do Teatro de quinta a sábado, das 16h às 19h, e aos domingo, das 14h às 17h.

Romeu & Julieta
Depois da temporada de estreia, o espetáculo Romeu & Julieta retorna aos palcos do Teatro Vila Velha no “Amostrão Vila Verão 2017”. A peça está em cartaz nos dias 8, 15, 22 e 29 de janeiro, e 5 e 12 de fevereiro, às 19h. Fruto da universidade LIVRE do teatro vila velha, a montagem a história de amor entre Romeu e Julieta. A encenação, assinada por Marcio Meirelles, escolhe ressaltar o aspecto político da tragédia, em que o amor é derrotado pelo ódio e toda uma geração é dizimada pela guerra entre duas famílias. O espetáculo acessível a pessoas com deficiência visual através do recurso de audiodescrição oferecido pelo Teatro Vila Velha em pareceria com a ACESSUU Acessibilidade Universal. Ingressos: 1º lote: R$ 30 e 15 (até dia 7/1) e 2º lote: R$ 40 e 20.

EXPOSIÇÕES E VISITAÇÕES

A Ponte Lúdica – Meu Pedacinho no Presépio
O presépio foi montado a partir das peças de cerâmicas produzidas nas oficinas, que foram realizadas em outubro e novembro, com escolas e instituições sociais. A mostra é resultado do projeto realizado em parceria com o ceramista uruguaio Sérgio Centurión. Nessas atividades foram utilizados suportes para auxiliarem os participantes na confecção das peças, como fôrmas de animais e humanos. A ideia é que, ao final da exposição, os integrantes da oficina possam levar as esculturas que criaram (os “pedacinhos no presépio”). A exposição está em cartaz no Museu Udo Knoff, Pelourinho, até janeiro de 2017 e pode ser visitada de terça a sexta, das 12h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h. A entrada é gratuita.

Circuito das Artes na Bahia
Em 2016, o “Circuito das Artes” completa 10 anos e faz uma retrospectiva em três espaços: na Galeria Cañizares de segunda a sexta, das 9h às 18h, na Galeria ACBEU de segunda a sexta, das 14h às 20h e aos sábados, das 9h às 13h, e no Museu de Arte da Bahia de terça a sexta, das 13h às 19h e aos sábados e domingos, das 14h às 18h. A exposição ficará em cartaz até 20 de janeiro de 2017 e é composta por uma seleção de obras feita pela curadora Alejandra Muñoz, dentre os mais de 600 artistas que participaram das edições anteriores. A entrada é gratuita.

Tropicália: Régua e Compasso
Um viés sobre o ambiente cultural desta época está sendo reconstituído a partir de peças de acervos museológicos, compondo a exposição “Tropicália: Régua e Compasso (A Bahia Cultural Pré-Tropicalista)”. A mostra está em cartaz na Sala Contemporânea Mario Cravo Jr, do Palacete das Artes, e continua até 30 março de 2017, que comemora 50 anos da Tropicália. A visitação acontece às terças, quartas e quintas-feiras sempre a partir das 17h. A Sopa de Maria: terças-feiras: 20/12, 10 e 24/01, 7 e 14/02, 14 e 28/03. Uma Ideia na Cabeça: todas as quartas-feiras até 30/03. Essa Noite se Improvisa: quintas-feiras: 5 e 19/01, 09/02, 23 e 28/03. Seminário e lançamento de revista: dias 29 e 30/03.  A entrada é gratuita.

Mestres da Capoeira: Em Busca da Oralidade Perdida
A exposição “Mestres da Capoeira – Em Busca da Oralidade Perdida” entra em cartaz na Galeria do Centro Cultural Solar Ferrão, no Pelourinho, a partir de terça (6) e fica até 19 de fevereiro de 2017. O projeto reúne relatos de nove dos mais importantes Mestres de Capoeira baianos, que resultaram em uma exposição interativa de registro das histórias e experiências vividas por eles e que vinha sendo transmitida pela oralidade e, portanto, com grande risco de perda. Todos os Mestres foram entrevistados pessoalmente e, destes encontros, foram feitos vídeos, textos, fotos e reprodução de objetos pessoais relevantes para a narrativa de suas histórias. A mostra é composta ainda por registros de jornais e materiais de época, além de outros elementos coletados em que apresentam ao público esta perspectiva da história, por ora, restrita aos mestres que viveram as experiências. A entrada é gratuita. Visitação: de terça a sexta, de 12h às 18h. Sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h.

Museus: Paisagens Culturais
A exposição conta com fotografias produzidas no final do século XIX de vários pontos da cidade de Salvador. As imagens foram retiradas do livro ‘50 anos de urbanização – Salvador da Bahia no Século XIX’, resultado de pesquisa da historiadora Consuelo Novais, já falecida. A mostra permanente pode ser visitada  todos os dias no Passeio Público, localizado no bairro do Campo Grande, das 8h às 17h. A entrada é gratuita.

Hiperfotos
O fotógrafo francês Jean-François Rauzier apresenta suas hiperfotos em Salvador. Até 29 de janeiro, o Museu de Arte Moderna da Bahia ambienta a exposição, que oferece ao público a oportunidade de conhecer a técnica autoral jamais vista, a hiperfotografia. Manipuladas em computador, algumas delas alcançam um volume que pode sugerir uma escultura bidimensional. Exposição: de 11 de novembro a 29 de janeiro de 2017. Horário de visitação: de terça a domingo, das 13h às 18h. A entrada gratuita.

Pelos Caminhos de Salvador
A exposição “Pelos Caminhos de Salvador” retrata parte da urbanização, crescimento e modernização da capital baiana. A mostra constitui um grande apanhado de imagens e fotografias que retratam as diversas transformações ocorridas no tecido urbano da cidade, iniciadas em fins do século XIX.  Através de uma leitura histórica, é possível conferir, também, as mudanças nos hábitos e costumes ligados à vida cotidiana. A exposição permanente pode ser visitada no Museu Tempostal, no Pelourinho, de terça a sexta, das 12h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h. A entrada é gratuita.

Bahia – Litoral e Sertão
A mostra “Bahia – Litoral e Sertão” apresenta a relação econômica e social desenvolvida entre duas regiões distintas da Bahia através de registros de imagens. Fotografias e postais, datados do início do século XX, de diferentes cidades do interior do estado, revelam a importância da nossa formação geopolítica, ressaltando o impacto da exploração colonial, do povoamento heterogêneo, e a pluralidade de atividades econômicas exercidas tanto na região litorânea quanto no sertão. A exposição permanente pode ser visitada no Museu Tempostal, no Pelourinho, de terça a sexta, das 12h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h. A entrada é gratuita.

Coleção de Instrumentos Musicais Tradicionais Emília Biancardi
A coleção apresenta um acervo com mais de mil peças coletadas e recriadas nos cinco continentes, com destaque especial para os instrumentos indígenas brasileiros, além dos africanos e afro-brasileiros. A exposição permanente pode ser visitada no museu Solar Ferrão, no Pelourinho, de terça a sexta, das 12h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h. A entrada é gratuita.

Coleção de Arte Africana
O colecionador italiano Claudio Masella (Roma, 1935-2007), reuniu por mais de 30 anos uma coleção de arte africana com mais de mil exemplares. Esses objetos ilustram a arte dos principais grupos étnicos do continente africano, compondo um panorama para entendimento da diversidade cultural e as suas influências na formação do Brasil. A exposição permanente pode ser visitada no museu Solar Ferrão, no Pelourinho, de terça a sexta, das 12h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h. A entrada é gratuita.

Coleção de Arte Popular
A coleção foi reunida pelo cenógrafo e diretor teatral pernambucano Eros Martim Gonçalves (1919-1973) e ampliada pela arquiteta italiana Lina Bo Bardi (1914-1992). Nela podem ser vistos objetos de cerâmica utilitária, os curiosos “caxixis” (miniaturas em cerâmica), roupa tradicional de vaqueiro, brinquedos, oratórios, santos, ex-votos, ferramentas de orixás, carrancas, esculturas com temáticas do cotidiano. A exposição permanente pode ser visitada no museu Solar Ferrão, no Pelourinho, de terça a sexta, das 12h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h. A entrada é gratuita.

Coleção Walter Smetak
O músico e compositor suíço Anton Walter Smetak (1913-1984) viveu na Bahia entre os anos de 1957 e 1984. Os instrumentos musicais criados por ele, suas plásticas sonoras, formam a sua coleção, explorando as heranças popular e erudita em suas experiências. A exposição permanente pode ser visitada no museu Solar Ferrão, no Pelourinho, de terça a sexta, das 12h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h. A entrada é gratuita.

MAIS

Mar de Bolinhas da Galinha Pintadinha
O mar de bolinhas da Galinha Pintadinha tem cerca de 300 mil bolas coloridas em uma piscina de 300 m², e pode ser visitado no Shopping Paralela. Dentro dele tem ainda plataformas para saltos, escorregadores com tamanhos diferentes e imagens em 3D da galinha e do Pintinho Amarelinho. De quinta a domingo, das 14h às 20h a personagem principal estará ao vivo na sua casinha para encontrar os pequenos fãs e familiares, com direito a muitas fotos gratuitamente. O mergulho no mar de bolinhas custa R$15 para 20 minutos e está à disposição no horário de funcionamento do shopping.

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Redação
Carregar mais em Eventos
Comentários fechado.

Vejam também

Clubes de remo de Salvador recebem barcos da Sudesb

Clubes de remo de Salvador receberam, neste domingo, 25, quatro barcos lambaris, nome atri…