Home Bahia Ganhando menos que o mínimo, salva-vidas de Itaparica lutam por melhorias salariais

Ganhando menos que o mínimo, salva-vidas de Itaparica lutam por melhorias salariais

2 min read
Comentários desativados em Ganhando menos que o mínimo, salva-vidas de Itaparica lutam por melhorias salariais
0
109

Salva-vidas da Ilha de Itaparica tiveram que buscar a Justiça na tentativa de garantir melhorias no salário. No município, os profissionais tem como base o mínimo, de R$ 998. Descontados os impostos, o valor líquido que a categoria recebe de remuneração é R$ 900 mensais e nada mais.

Isso porque os seis membros que compõem a equipe de salva-vidas do local não recebem por periculosidade e nem insalubridade. Além disso, tem que tirar o transporte e alimentação do próprio bolso por também não receberem os referidos benefícios.

Eles foram aprovados no concurso de 2016, realizado pela Prefeitura da ilha e começaram a trabalhar em 2018. O certame previa a admissão de cinco profissionais, mais cadastro de reserva. No edital foram exigidos dos candidatos os cursos de primeiros socorros e também de salvamento aquático.

Buscando reverter a situação, a categoria acionou a Justiça. No dia 1º de outubro está marcada uma audiência no Fórum de Itaparica. A expectativa deles é de que haja alguma avanço nas pautas que eles reivindicam.

“Há pouco tempo salvei uma turista de Minas Gerais que estava sofrendo um infarto. Fiz o procedimento para reanimar e deu certo. Salvamos vidas e também arriscamos as nossas. Estamos chateados com essa situação. Não estão valorizando o nosso trabalho”, desabafou Rafael Alves Pimentel, 34 anos.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Pedro Silveira Leite
Carregar mais em Bahia
Comentários fechado.

Vejam também

Unidade móvel do TRE oferece cadastramento biométrico na praça do Senhor do Bonfim !

Começou na última segunda-feira (18), e vai até a próxima sexta-feira (22), os serviços de…