Home Destaque do Dia Grávida de 30 anos é baleada e morta pelo marido

Grávida de 30 anos é baleada e morta pelo marido

4 min read
Comentários desativados em Grávida de 30 anos é baleada e morta pelo marido
0
158

Mais uma mulher é vítima de feminicídio na Bahia. Tamires Alcântara da Silva foi morta pelo marido com um tiro, na manhã deste domingo (27), no distrito de Barra de Pojuca, em Camaçari, cidade da Região Metropolitana de Salvador (RMS). Ela era mãe, tinha 30 anos e estava grávida do assassino, que foi detido e conduzido à 27ª Delegacia.

Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu na Rua Filogônio de Oliveira. O suspeito de efetuar o tiro foi capturado na Pousada Pomar por policiais militares e apresentado no Plantão Metropolitano, com a arma, horas depois do crime. O corpo de Tamires encontrava-se no interior da residência, que fica em frente a uma lanchonete.

De acordo com informações da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), junto com o suspeito foi apreendido um revólver calibre 38, com seis munições, sendo duas deflagradas.

A área foi isolada e o Departamento de Polícia Técnica (DPT) acionado para fazer a perícia e remoção do corpo. Os policiais da 59ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) foram acionados pelo Cicom.

Um funcionário da Pousada Pomar, que não quis se identificar, disse que o marido de Tamires alugava uma garagem no local para guardar o carro. Assim que atirou na esposa, ele foi à pousada para pegar o veículo e fugir.

“Quando eu cheguei aqui, 7h30 da manhã, ele chegou e conversou comigo, dizendo que fez merda e matou a esposa, que era para a gente chamar a polícia. Ele mesmo quis se entregar”, relata.

Segundo ele, a polícia demorou cerca de duas a três horas para chegar. “Ele estava armado, correu para o fundo da pousada, e o pessoal ficou na frente do portão para não deixar ele sair. Tinha muita gente aqui e ficamos tentando acalmar o pessoal, porque queriam matar ele”, conta, supondo que poderia haver um linchamento.

Ainda de acordo com o funcionário, houve troca de tiros entre o marido de Tamires e moradores de Pojuca. Apesar de só conhecer de vista, ele diz que o rapaz era uma pessoa aparentemente tranquila.

A Polícia Civil investigará o caso.

Fonte: Correio24horas

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Redação
Carregar mais em Destaque do Dia
Comentários fechado.

Vejam também

Covid-19: Bahia registra menor número de mortes em 24h do ano neste domingo

A Bahia registrou 24 mortes e 1.906 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, de acord…