Home Justiça O jovem Adriel Montenegro, de 23 anos, foi condenado a 16 anos e sete meses de prisão, por matar a ex-namorada, Andreza Victória, na época com 15 anos, no dia 17 de abril de 2017. A sentença veio após mais de dez horas de julgamento e proferida pela juíza Gleizi Almeida, na noite desta sexta-feira (19), no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador. O réu ainda pegou mais um ano de prisão, pelo porte ilegal de arma, assim sua pena vai para 17 anos e sete meses de reclusão. Caso A jovem Andreza foi morta com um tiro na nuca, na casa de Adriel,no bairro de Itapuã, em Salvador, no dia 17 de abril de 2017. Segundo informações da polícia, Adriel chegou a se encontrar com a garota no Colégio Rotary, no mesmo bairro, e de lá foram caminhando para a casa dele. Quando chegaram na varanda da casa, Andreza foi baleada.

O jovem Adriel Montenegro, de 23 anos, foi condenado a 16 anos e sete meses de prisão, por matar a ex-namorada, Andreza Victória, na época com 15 anos, no dia 17 de abril de 2017. A sentença veio após mais de dez horas de julgamento e proferida pela juíza Gleizi Almeida, na noite desta sexta-feira (19), no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador. O réu ainda pegou mais um ano de prisão, pelo porte ilegal de arma, assim sua pena vai para 17 anos e sete meses de reclusão. Caso A jovem Andreza foi morta com um tiro na nuca, na casa de Adriel,no bairro de Itapuã, em Salvador, no dia 17 de abril de 2017. Segundo informações da polícia, Adriel chegou a se encontrar com a garota no Colégio Rotary, no mesmo bairro, e de lá foram caminhando para a casa dele. Quando chegaram na varanda da casa, Andreza foi baleada.

2 min read
Comentários desativados em O jovem Adriel Montenegro, de 23 anos, foi condenado a 16 anos e sete meses de prisão, por matar a ex-namorada, Andreza Victória, na época com 15 anos, no dia 17 de abril de 2017. A sentença veio após mais de dez horas de julgamento e proferida pela juíza Gleizi Almeida, na noite desta sexta-feira (19), no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador. O réu ainda pegou mais um ano de prisão, pelo porte ilegal de arma, assim sua pena vai para 17 anos e sete meses de reclusão. Caso A jovem Andreza foi morta com um tiro na nuca, na casa de Adriel,no bairro de Itapuã, em Salvador, no dia 17 de abril de 2017. Segundo informações da polícia, Adriel chegou a se encontrar com a garota no Colégio Rotary, no mesmo bairro, e de lá foram caminhando para a casa dele. Quando chegaram na varanda da casa, Andreza foi baleada.
0
548

O jovem Adriel Montenegro, de 23 anos, foi condenado a 16 anos e sete meses de prisão, por matar a ex-namorada, Andreza Victória, na época com 15 anos, no dia 17 de abril de 2017. A sentença veio após mais de dez horas de julgamento e proferida pela juíza Gleizi Almeida, na noite desta sexta-feira (19), no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador. O réu ainda pegou mais um ano de prisão, pelo porte ilegal de arma, assim sua pena vai para 17 anos e sete meses de reclusão.

Caso

A jovem Andreza foi morta com um tiro na nuca, na casa de Adriel,no bairro de Itapuã, em Salvador, no dia 17 de abril de 2017. Segundo informações da polícia, Adriel chegou a se encontrar com a garota no Colégio Rotary, no mesmo bairro, e de lá foram caminhando para a casa dele. Quando chegaram na varanda da casa, Andreza foi baleada.

Apesar de ser socorrida e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de Itapuã e, em seguida, transferida ao Hospital Geral do Estado (HGE), Andreza  não resistiu aos ferimentos. O socorro foi prestado pelo pai do jovem, que é policial militar.

O suspeito permaneceu foragido por cinco meses, e se apresentou com um advogado em setembro de 2017.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Pedro Silveira Leite
Carregar mais em Justiça
Comentários fechado.

Vejam também

Salvador atingiu meta e vacinou 90% do público-alvo contra a gripe !

Salvador atingiu a meta de vacinar pelo menos 90% do público-alvo contra a gripe.Com campa…