Home Destaque do Dia PM mata 5 na BR 110. 2 Eram relacionados com o Katiara

PM mata 5 na BR 110. 2 Eram relacionados com o Katiara

6 min read
Comentários desativados em PM mata 5 na BR 110. 2 Eram relacionados com o Katiara
0
208
Dois dos mortos são apontados como parceiros de Adilson Souza Lima, o Roceirinho

Cinco suspeitos foram mortos pela polícia na manhã deste domingo (12), na BR-110, na região de São Sebastião do Passé e Catu. Entre os mortos, estava pelo menos um homem apontado como comparsa de  Adílson Souza Lima, o ‘Roceirinho’, fundador da Katiara.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP-BA), a Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) impediu que eles assaltassem bancos na área.

Após denúncias anônimas, a polícia montou bloqueios na BR-110, com apoio da 22ª Companhia Independente (Simões Filho) e da 95ª (Catu).
Um primeiro carro, um Renault Sandero (placa HHK-0882), furou a blitz, perdeu o controle e capotou. Dois homens saíram de dentro do carro atirando. Um deles ficou dentro do veículo, que acabou explodindo e pegando fogo, indicando a possível presença de explosivos.

Outro carro, um Volkswagen Fox (placa PJQ-9339), parou antes da barreira policial. Do veículo, dois homens saíram disparando com armas de fogo. Ao todo, os quatro homens ocupantes dos automóveis e o suspeito que não conseguiu sair do carro foram socorridos, mas acabaram não resistindo aos ferimentos.

Os mortos foram identificados como Claudinei Alves Souza, conhecido como ‘Capenga’, que respondia a três inquéritos, um deles por roubo a banco; e Edson dos Santos, o ‘Bonitão’, que respondia a seis inquéritos sobre tráfico e roubos. Edson era apontado como parceiro de Adilson Souza Lima, o ‘Roceirinho’, fundador da Katiara.

Além disso, também morreram Alessandro Santos de Jesus, apontado como autor de crimes contra bancos no Mato Grosso do Sul; Reinaldo Melo dos Santos, que tinha mandado de prisão em aberto, e Dênis Cortes Campos, que respondia a quatro inquéritos. Dênis também seria integrante da quadrilha de Roceirinho.

Com eles, foram apreendidos diversos materiais: duas pistolas calibres 765 e 380, dois revólveres calibre 38, carregador, coletes balísticos, munições, algemas, entre outros itens.

“Estamos fazendo varreduras na região em busca de outros suspeitos. O grupo pretendia atacar bancos na região, mas chegamos antes e evitamos”, disse o comandante da Cipe LN, tenente-coronel Ricardo Mattos.

Roceirinho
Apontado como líder da Katiara, o traficante Adilson Souza Lima, conhecido como Roceirinho, foi preso em 2012 e custodiado no Complexo Penitenciário da Mata Escura. Em outubro do ano passado, ele foi transferido para o Conjunto Penal de Serrinha e, posteriormente, encaminhado para o Presídio Federal de Segurança Máxima de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, onde está custodiado.

Em julho de 2016, o criminoso participou de um julgamento por videoconferência no auditório do Fórum Criminal de Salvador, em Sussuarana. Na ocasião, Roceirinho chegou a rir duas vezes durante o depoimento do delegado Omar Leal. O julgamento foi pelos crimes de tráfico e associação ao tráfico de drogas. As investigações que levaram ao julgamento foram coordenadas por Omar Leal, que, na época, era delegado do Departamento de Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil da Bahia.

A Katiara é uma quadrilha ligada ao grupo PCC que atua no tráfico de drogas em Salvador, Maragojipe, Salinas da Margarida, Itaparica, Nazaré das Farinhas, Vera Cruz, Santo Antônio de Jesus e Santo Amaro da Purificação.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Pedro Silveira Leite
Carregar mais em Destaque do Dia
Comentários fechado.

Vejam também

MAB recebe debate sobre feminismo negro

Uma mesa de reflexões será realizada no Museu de Arte da Bahia (MAB), no próximo dia 24 (q…