Home Notícias Uso irregular de quadriciclos preocupa moradores e visitantes de praias do litoral

Uso irregular de quadriciclos preocupa moradores e visitantes de praias do litoral

6 min read
Comentários desativados em Uso irregular de quadriciclos preocupa moradores e visitantes de praias do litoral
0
135

O verão ainda nem começou e o uso irregular de quadriciclos já está deixando moradores e visitantes de praias do litoral norte da Bahia preocupados. O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) aponta que a principal queixa recebida é o fato de o veículo ser conduzido em via pública por pessoas menores de idade.
No entanto, não há registros de acidentes no órgão. Segundo o coordenador do Detran, major Genésio Luide Souza, a maioria dos casos acontece dentro de áreas internas dos condomínios e, por isso, não chega ao conhecimento do poder público.
Conforme o policial militar Carlos Brito, que atua em Guarajuba, a probabilidade é que as infrações aumentem na alta estação: “Quando chega o verão, as infrações crescem muito. Sempre paramos os condutores, advertimos e, se preciso, conduzimos à delegacia. O grande problema é que as pessoas acreditam que o veículo é um brinquedo”.

Em janeiro deste ano, a equipe de A TARDE esteve no local e flagrou, em 30 minutos, mais de dez quadriciclos pilotados por adolescentes, que levavam quatro pessoas como caronas.
“Eles não têm noção do perigo e nós, pedestres, temos que redobrar a atenção. Espero que este ano seja diferente e haja mais fiscalização”, defende um comerciante local, que prefere não se identificar.

Irregularidades
No domingo passado, A TARDE flagrou irregularidades, também em Guarajuba. As infrações visíveis mais comuns foram a falta do uso de capacete e condutores menores de 18 anos. O motorista de um dos veículos é filho do cantor de arrocha Pablo, menor de idade, e levava mais duas pessoas como caronas. A esposa do músico os seguia em um carro.

Ele foi um dos abordados pelos policiais militares que atuavam no local e o veículo seria encaminhado para a delegacia juntamente com os envolvidos. Porém o comerciante Dilmar Pereira disponibilizou um funcionário devidamente habilitado e equipado com capacete para conduzir o quadriciclo até a casa do cantor.

“Muitas pessoas não sabem as regras. O ideal é criar campanhas de conscientização. Muitos pensam que o quadriciclo é um brinquedo e não fazem por mal”, defende Dilmar.
A assessoria de imprensa de Pablo declarou, em nota, que o cantor não iria se pronunciar sobre o caso.

Fiscalização
Na tentativa de coibir essas infrações, o Detran-BA vai realizar operações de fiscalização durante o próximo verão. A ação, em parceria com a Polícia Militar, será intensificada no litoral norte e na Ilha de Vera Cruz.

Além disso, uma campanha intitulada Quadriciclo não é brinquedo também está prevista pelo órgão. “A ação educativa terá distribuição de panfletos com orientações sobre o uso do quadriciclo, com uma abordagem direta aos condutores”, explica Genésio Luide.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) considera o quadriciclo como veículo automotor, que só pode ser dirigido por maiores de 18 anos, portadores de carteira nacional de habilitação (CNH), categoria B. O uso de capacete e da placa de identificação também é obrigado pela legislação.
“Ressalto que nem mesmo a emancipação civil legítima preenche a condição de o indivíduo ser maior de idade. Para os pais que permitem a atitude, cabem as medidas previstas no art. 129 do Estatuto da Criança e do Adolescente”, reitera o coordenador do Detran-BA.

Fonte A Tarde

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Redação
Carregar mais em Notícias
Comentários fechado.

Vejam também

Clubes de remo de Salvador recebem barcos da Sudesb

Clubes de remo de Salvador receberam, neste domingo, 25, quatro barcos lambaris, nome atri…