Home Entretenimento Cultura Vandalismo na Pedra de Xangô revolta babalorixás. Religiosos se manifestam !

Vandalismo na Pedra de Xangô revolta babalorixás. Religiosos se manifestam !

3 min read
Comentários desativados em Vandalismo na Pedra de Xangô revolta babalorixás. Religiosos se manifestam !
0
220

Localizada na Avenida Assis Valente, no bairro de Cajazeiras X, em Salvador, a Pedra de Xangô foi alvo de mais um ato de vandalismo nesta terça-feira (1º). Um grupo, ainda não identificado, jogou sal no monumento sagrado.

Um dos principais símbolos das religiões de matriz africana na cidade, a Pedra de Xangô já tinha sido alvo de ato semelhante no em dezembro, quando 100 kg de sal foram jogados no monumento.

Diante dos atos de intolerância religiosa, adeptos do candomblé fizeram um protesto no local. “A gente limpou tudo da primeira vez, contamos com apoio da Empresa de Limpeza Urbana do Salvador (Limpurb). Fizemos uma manifestação agora para ver se os responsáveis pelos atos param com esse vandalismo. É repugnante. Assim como respeitamos as crenças das outras pessoas, a gente gostaria que respeitasse a nossa também”, disse Babá Barossi numa entrevista ao BNews.

Para reportagem, ele explicou evangélicos “acreditam que o sal vai purificar, limpar o local, espantando qualquer coisa”, no entanto, ele também fez questão de ressaltar que não tem como provar a autoria dos atos, que ainda é desconhecida.

“Não temos como provar, mas os evangélicos jogam isso para cortar o efeito do que está sendo realizado ali. Acham que o sal é purificação. Queremos que os órgãos públicos mantenham a segurança desse espaço sagrado. Respeitamos as crenças das outras pessoas, a gente gostaria que respeitasse a nossa também”.

Em maio de 2017, o monumento natural foi tombado por ser elemento de resistência cultural e aglutinador da teia de terreiros do conjunto de bairros de Cajazeiras. Além da pedra, toda a região de 17 hectares onde ela está também foi tombada. A área, considerada sítio histórico do antigo Quilombo Buraco do Tatu, já havia sido oficializada como a primeira Área de Proteção Ambiental (APA), criada pela Prefeitura com base no novo Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano de Salvador (PDDU).

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Pedro Silveira Leite
Carregar mais em Cultura
Comentários fechado.

Vejam também

Covarde ! Após assassinar a ex, homem mata 3 em igreja evangélica de Mina

Um homem matou a ex-namorada e abriu fogo dentro de uma igreja evangélica na cidade de Par…