Home Notícias Wagner desmente e-mail de Marcelo Odebrecht e nega ter atuado para beneficiar empresa

Wagner desmente e-mail de Marcelo Odebrecht e nega ter atuado para beneficiar empresa

2 min read
0
0
0

Em nota, o ex-governador e senador eleito Jaques Wagner (PT) negou ter atuadopara aprovar um projeto no Congresso que beneficiaria Marcelo Odebrecht.

O e-mail de Odebrecht foi anexado ao inquérito sobre Renan Calheiros e revelado pela jornalista Andréia Sadi, da Globo News.

Confira a nota completa do senador eleito:

Segundo informação divulgada pela imprensa, em e-mail anexado pela Procuradoria-Geral da República a um inquérito, o empresário Marcelo Odebrecht cita JW (que seria uma referência a Jaques Wagner) como alguém influente para intermediar um pleito de prorrogação de contratos que tramitava no Congresso Nacional em 2014.

A emenda de prorrogação foi apresentada pelo senador Romero Jucá e relatada em plenário pelo então deputado Eduardo Cunha, ambos do PMDB. Os fatos comprovam que Jaques Wagner, na época Governador da Bahia, não teve nenhuma interferência neste processo, uma vez que o PT obstruiu a votação e a então Presidenta Dilma Rousseff vetou a proposta.

Trata-se de mais uma notícia requentada, insinuando que meras citações – neste caso uma insinuação – seriam indícios de envolvimento em algo ilícito, algo que o senador eleito refuta. Assim como registramos mais uma vez a inconformidade com este método de primeiro publicar uma notícia e somente depois ouvir o que dizem os citados. Jornalismo se faz com seriedade e sempre ouvindo todos os lados.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Pedro Silveira Leite
Carregar mais em Notícias
Comentários fechado.

Vejam também

Rui Costa e ACM Neto se encontram na inauguração do Fasano

Após muitas trocas de farpas nos últimos dias, o governador Rui Costa (PT) e o prefeito AC…